academia apostas

academia apostas – cxne39.com Atualizado diariamente com notícias brasileiras, notícias esportivas, informações sobre cassinos, jogos de azar e dicas para ganhar dinheiro

apostas

PRF prepara lista de exigências para compor frota de viaturas do futuro

Só para assinantesAssine UOLReportagemCarrosPRF prepara lista de exigências para compor frota de viaturas do futuroPaula GamaColunista do UOL24/04/2024 04h00

da Brasileirão Série D: Dores de cabeça, ombros, lombar e cervical são algumas das queixas de quem trabalha dirigindo. No caso de policiais, os problemas podem ser potencializados pela má postura envolvendo a farda e os equipamentos da profissão, como o cinto de guarnição e os coques de cabelo das policiais femininas.

da cassinos online brasil: Esses foram alguns dos achados de um estudo da PRF (Polícia Rodoviária Federal), que está em fase inicial, para criar novas diretrizes para as futuras viaturas da corporação policial, considerando desempenho, ergonomia, segurança e suporte da marca.

O Projeto VTR01 é uma pesquisa científica empregada para determinar as necessidades da PRF, como desempenho, ergonomia, segurança e durabilidade, além de estabelecer um protocolo de testes que garanta a adequação das viaturas às exigências operacionais desejadas, observando as possibilidades do mercado.

  • Juca Kfouri

    Em jogo quente, Galo tira o doce da boca do Flu

  • André Santana

    R$ 60 mi por um dia de Madonna. E o povo?

  • Wálter Maierovitch

    As reações do Hamas ao forte ultimato de Israel

  • Natalia Timerman

    Paul Auster: o escritor e seus livros não morrem

“Para que tudo tenha consistência e lastro científico, estamos buscando estabelecer parcerias com instituições acadêmicas, visando integrar conhecimento científico ao processo de decisão e assegurar conformidade com a legislação vigente”, explica o gerente do projeto, o policial rodoviário federal Luiz Fernando Teixeira Salgado.

Os testes de veículos para viatura da PRF tiveram início em 2019, quando houve uma ação por parte do Programa Nacional de Normalização e Certificação de Produtos de Segurança Pública (Pró-Segurança), sob coordenação da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Durante os ensaios técnicos, os profissionais testaram a aceleração dos veículos e avaliaram os pneus, a frenagem e a transposição de obstáculos. A diferença é que, em vez de testar modelos prontos, à venda no mercado, a partir de projeto, a PRF terá uma lista de exigências para a indústria.

De acordo com Salgado, todo o processo do projeto está desenhado para que se tenha a identificação das necessidades operacionais, gerando requisitos que devem ser atendidos pelos veículos. “Embora ainda tenhamos um longo caminho pela frente, já identificamos algumas possibilidades de intervenções que podem melhorar significativamente essa relação entre o policial e a viatura.

Como exemplo, temos a ergonomia do banco: via de regra, nossos policiais utilizam cinto de guarnição, material adequado para a fixação de outros equipamentos – coldre, porta algemas, porta carregadores, etc – à linha da cintura dos policiais. Ocorre que ao sentar no banco, este cinto tende a projetar a coluna lombar para a frente, ocasionando desconforto nos policiais, o que se pode resolver com um banco que seja construído possuindo recuo na área lombar”, exemplifica.

Continua após a publicidade

Outra necessidade identificada foi para pessoas que usam cabelo preso em coque – muito comum entre as policiais femininas.

“Frequentemente enfrentam desconforto ao encostar a cabeça no suporte do banco, pois isso projeta a cervical para frente. Uma solução já disponível no mercado são os encostos de cabeça com uma cavidade central, que acomodaria o coque e ofereceria conforto, sem afetar outros usuários”, diz Salgado.

O que mais será avaliado

Dentro de cada grupo de estudo, existem diferentes aspectos a serem avaliados. A área de desempenho estudará a capacidade de um veículo (já adaptado em viatura PRF) mover-se de forma eficiente, estando relacionada a características como velocidade, aceleração, frenagem, estabilidade, manobrabilidade, consumo de combustível, etc. Já o grupo de ergonomia refere-se à capacidade do veículo em satisfazer o usuário, estando relacionada a características como comandos, acessórios, tecnologias embarcadas, conforto, mostradores, visibilidade, espaços e outros.

A área de segurança está dedicada a tudo aquilo que envolve a proteção dos ocupantes da viatura, como proteção balística, airbags, deformação programada, dispositivos eletrônicos de auxílio à condução, etc. Por fim, está a área de suporte, relacionada à disponibilidade do produto, possibilidades de manutenção e revisão, fornecimento de peças, fornecimento de garantias, abastecimento, capacidade de o veículo suportar carga energética e outros.

“Atualmente a maior parte das viaturas são veículos fabricados em série que recebem adaptações que aumentam o peso do veículo e modificam sua forma exterior padrão. Essas alterações podem acarretar prejudiciais mudanças de comportamento dinâmico no veículo, na contramão do anseio social de que as viaturas não apenas atendam, mas idealmente superem os padrões de veículos comuns”, afirma Salgado.

Continua após a publicidade

Newsletter

CARROS DO FUTURO

Energia, preço, tecnologia: tudo o que a indústria está planejando para os novos carros. Toda quarta

Quero receber

Montadoras terão acesso ao estudo

Quando os resultados forem publicados, serão apresentados ao setor automotivo, para que as montadoras de veículos apontem a possibilidade de aplicação.

“Entendemos que a PRF é um cliente qualificado e indutor de boas práticas no setor. No entanto, embora possamos definir claramente as necessidades operacionais para nossas viaturas, os aspectos específicos de engenharia e tecnologia são responsabilidades do setor automobilístico. Por isso, nossa expectativa é entregar o quanto antes o que precisamos em uma viatura, permitindo que os especialistas do mercado apresentem as soluções, determinando como isso será realizado”, explica o gerente do projeto.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também
Deixe seu comentárioSó para assinantes