academia apostas

academia apostas – cxne39.com Atualizado diariamente com notícias brasileiras, notícias esportivas, informações sobre cassinos, jogos de azar e dicas para ganhar dinheiro

apostas

Perdas de soja no RS faz consultoria rever safra nacional para baixo

da Série A: Os reflexos da tragédia no Rio Grande do Sul foram consideradas na revisão das estimativas de produção de soja para o país, feitas pela AgResource Brasil para a safra 23/24.

da betfury casino: Agora, a consultoria aponta que o Brasil deve produzir 144,59 milhões de toneladas do grão. Trata-se de uma leve redução nos números finais. Apesar dos ajustes de área para cima (a empresa estimava 0,4 milhão de hectares acima do projetado pela Conab), as perdas dos gaúchos foram capazes de pressionar o número final de safra para baixo.

Assim, as perdas de área de soja serão de aproximados 0,29 milhão de hectares no estado, com perdas de produção projetadas em 1,78 milhão de toneladas.

PREJUÍZO

Produtor do RS não consegue vender a soja por excesso de umidade no grão

Além disto, a AgResource Brasil destaca que os impactos no estado sulista não serão, exclusivamente, em razão dos estragos nas lavouras, mas também devido às centenas de bloqueios nas estradas.

“O potencial de armazenagem de grãos no Rio Grande do Sul representa 16% do armazenamento total do Brasil, além de quase 15% da capacidade de processamento de soja do Brasil estar no estado do Rio Grande do Sul. Os impactos ainda são imensuráveis”, destaca a consultoria.

Chuvas continuam ameaçando

As previsões climatológicas apontam que as chuvas ainda continuam na região Sul até o dia 23 de maio, com acumulados de 100 a 180 mm em praticamente todo o solo gaúcho, o que mantém o risco de deslizamentos e deve atrapalhar o progresso das equipes de resgates.

Além disso, um frio generalizado começa a ser projetado para o estado nas próximas duas semanas. “Há ainda uma tendência de que a Conab aumente a área no relatório de maio em relação a abril, mas o Rio Grande do Sul pode ser o grande balizador dos números finais”, destaca a consultoria.

No milho, a AgResource Brasil refez suas análises para esta temporada. A estimativa de produção fica em 113,11 MMT, ligeiramente menor em 1,08 MMT, queda de 0,95% em comparação a própria estimativa da empresa em 114,19 MMT, agora com produtividades aproximadamente de 5,47 Ton/ha.

Além da soja, o milho

Em relação ao milho, a safra de verão 2023/24 no Rio Grande do Sul foi paralisada em grande parte com 83% das lavouras colhidas.

A AgResource estima um impacto potencial de 1,31 milhões de toneladas na produção nacional se os problemas continuarem, mas o que já se estima é uma redução de 36% de área a ser colhida (até 6 de maio), ou 9% sobre a área total plantada estimada pela Conab – isto é, uma produção de aproximados 4,44 milhões de toneladas, queda de 13,55% em relação ao esperado inicialmente.

Ainda assim, a estimativa da produção de milho total do Brasil da AgResource é 1,94% maior do que a Conab relatou no relatório de abril.

Por fim, o trigo no Rio Grande do Sul encontra-se com 0% de área plantada até 6 de maio. Vale lembrar que a produção estadual representa quase 35% da demanda interna do país, além de 45% da produção e 42% da área total. Assim, o impacto das chuvas será sentido em todo Brasil.

Compartilhar essa notícia

Compartilhar essa notícia

Assuntos Relacionados

  • Agricultura
  • Nacional
  • Notícias – Soja Brasil
  • Rio Grande do Sul
  • Soja
  • Soja Brasil
  • chuva
  • conab
  • enchente
  • produção de soja
  • Rio Grande do Sul
  • safra 23/24