academia apostas

academia apostas – cxne39.com Atualizado diariamente com notícias brasileiras, notícias esportivas, informações sobre cassinos, jogos de azar e dicas para ganhar dinheiro

apostas

Ayrton Senna do Brasil: 30 anos da morte do último ídolo brasileiro

da today: Dia 1º de maio de 1994. A morte de um dos maiores ídolos nacionais chocava não só o Brasil, mas todo o mundo. Agora, em 2024, o falecimento de Senna completa 30 anos e, desde a fatídica curva no circuito de Ímola, em San Marino, nisso país nunca mais foi o mesmo dentro das pistas de Fórmula 1.

  • Relacionadas
  • NotíciasHonda NSX que pertenceu à Ayrton Senna pode ser seu por R$ 3 milhões
  • EspecialA pauta que fez Ayrton Senna e o Audi S4 aparecerem no Jornal Nacional
  • NotíciasGabriel Leone vai fazer papel de Ayrton Senna em série da Netflix

da bingo palhaço: Senna foi muito mais do que um piloto tricampeão mundial da F1. Talvez a nova geração nunca saiba o que é ter um ídolo nacional — algo que era recorrente em um país tão apaixonado por esporte, como é o Brasil. Parece que isso se extinguiu nas últimas décadas.

Ele conseguiu unir o Brasil com uma modalidade que não tem nem 10% da popularidade do futebol, por exemplo. Todos na época se juntavam nas manhãs de domingo para torcer pelo piloto brasileiro.

No entanto, as telas nos ajudam a reviver lendas, como Ayrton Senna. No meu caso, nascido em 2003, não pude vibrar pelas grandes vitórias e dias mágicos de Fórmula 1 da época — pelo menos é assim que meu pai e meu avô me contam. Mas, ainda assim, vejo Senna como ídolo máximo deste país.

Trajetória

A história de Senna dentro do automobilismo começou muito cedo. Em 1973, aos 13 anos, iniciou sua carreira em provas de kart e, segundo ele, nunca levou o esporte na brincadeira.

“Eu tive 15 anos de kart e treinava como profissional. Era um hobby mas eu me dedicava como profissional.” afirmou Ayrton durante Roda Viva na TV Cultura.

Continua após a publicidade

Já em 1981, Senna foi para a Europa e deu um passo além ao ingressar na Fórmula Ford, onde acumulou dois títulos. Dois anos depois, Senna já estava na Fórmula 3, ganhando mais um campeonato.

Foi apenas em 1984 que finalmente Senna chegou à Fórmula 1. E sua trajetória foi, realmente, extraordinária:

Foram 3 títulos mundiais (1988,1990 e 1991), todos vestindo as cores da McLaren e utilizando motores da Honda. No total, Senna disputou 161 GPs, acumulando 41 vitórias, 65 poles e 614 pontos.

O piloto também teve outras marcas importantes, como:

  • Voltas mais rápidas: 19
  • Pódios: 80
  • Vitórias de ponta a ponta: 19
  • Média de pontos por corrida dentro do cockpit: 3,81
  • Voltas na liderança: 2956

Momentos inesquecíveis

Das diversas corridas memoráveis de Senna, uma que nunca esqueceremos é o Grande Prêmio do Brasil de 1991 (ano, inclusive, no qual ele foi campeão). A data já se tornaria especial apenas pelo fato de ter sido a primeira vez que o piloto foi campeão em frente à sua torcida. Mas, além disso, Senna passou por muito perrengue naquele dia.

Continua após a publicidade

O câmbio da McLaren do brasileiro travou e ele teve que segurar no braço as últimas sete voltas para poder terminar na frente de Riccardo Patrese, que vinha logo atrás. Com muito esforço, Senna seguiu até o fim e terminou em 1º lugar naquele dia. Ao fim da corrida, o piloto não conseguia nem movimentar seus braços, por conta da força utilizada para segurar o carro sem várias marchas.

“Na metade da corrida, a quarta marcha começou a pular, e, com 20 voltas para o fim, eu perdi totalmente a quarta. Complicou muito, porque para pular da terceira para a quinta tinha que fazer um esforço tremendo no braço. Comecei a ter dores no pescoço, nos ombros e nos braços. Aí, de repente, fiquei sem a quinta e a terceira faltando sete ou oito voltas para o final. Tentava colocar as outras e ia para o ponto morto. Só a sexta funcionou. Aí fui em sexta nas últimas sete voltas.”

Compartilhe essa matéria via:WhatsAPPTelegram

Releia abaixo o depoimento exclusivo concedido a QUATRO RODAS sobre o memorável GP do Brasil de 1991, publicado na edição 369 da Revista.

“Depois de conseguir em Interlagos uma das vitórias mais emocionantes da minha vida, eu não imaginava que teria um novo desafio em seguida: entrar na minha própria casa, no bairro de Cantareira, em São Paulo. Vocês podem não acreditar, mas foi uma missão quase impossível chegar perto dos meus familiares para comemorar a primeira conquista num GP do Brasil.

Nunca havia recebido tantas visitas. Para entrar pelo portão, eu e os policiais, que estavam escoltando a minha perua, ficamos pelo menos uns dez minutos esperando. Eu gostaria muito de sair do carro e falar com cada um dos meus fãs, mas com tanta gente no local seria impossível e até perigoso para todo mundo. As pessoas foram, então, se aglomerando em volta do carro.

O GP em Interlagos foi a prova mais desgastante da minha carreira. Depois de enfrentar os problemas no câmbio a partir da 60ª volta, cheguei ao pódio com espasmos musculares nos braços. Vocês nem imaginam o sacrifício que foi levantar o troféu. Acho que agradeceria se recebesse apenas uma medalha.

Continua após a publicidade

Apesar de todo cansaço, vou lembrar para sempre a emoção de receber a bandeirada em Interlagos. Principalmente por ter ficado apenas com a sexta marcha nas últimas voltas. Foi uma corrida tão especial que, após ser obrigado a passar por duas sessões de massagens com o fisioterapeuta da equipe (uma no boxe e outra em casa), ainda encontrei forças para assistir a todo o teipe do GP no vídeo. Só fui dormir às 2h da madrugada.”

Ayrton Senna: Domando Mônaco, Desafiando a Chuva

Duas especialidades muito conhecidas de Senna eram sua perícia correndo na chuva e, principalmente, na difícil pista de Mônaco. Senna foi tão reconhecido por estas competências, que recebeu até título de realeza para elas.

‘Rei da Chuva’

A fama de Senna em pistas molhadas veio logo no início de sua trajetória na Fórmula 1. Em 1985, quando ainda corria pela Lotus, o piloto brasileiro se destacou no GP de Estoril, em Portugal. Debaixo de um dilúvio, Senna fez a pole e liderou a corrida de ponta a ponta de maneira exímia.

“Lembro que num domingo de julho, acho que em 1975, houve uma corrida de kart em Interlagos, com chuva, e ele foi mal. Aí resolveu, por conta própria, que teria de melhorar, e começou a treinar em pista molhada. Treinou tanto que o que era deficiência transformou-se em qualidade. Passou a se divertir muito, tinha prazer especial nas atravessadas, controladas na pista encharcada. Tornou-se um especialista em corridas na chuva”, contou Milton Theodoro da Silva, pai de Ayrton.

Podemos citar milhares de corridas em que Senna se destacou debaixo d’água. Mas esta de Portugal, em especial, é a mais lembrada por mostrar de forma clara a relação do brasileiro com a chuva.

Continua após a publicidade

Muitos julgavam Senna pela forma que conduzia durante a chuva, e diziam que o piloto colocava sua vida e a de outros em risco. O brasileiro nunca deu ouvidos e sempre manteve a mesma postura durante toda sua carreira.

‘Rei de Mônaco’

Senna também tinha uma relação especial com o circuito de Mônaco. O brasileiro venceu 6 vezes a prova e é até hoje o maior vencedor do GP. Foram seis vitórias: em 1987, 1989, 1990, 1991, 1992 e 1993, com cinco pole positions. Recordes nunca batidos por nenhum outro piloto na categoria.

Senna e Quatro Rodas

Ayrton tem uma história interessante com QUATRO RODAS: além de sempre ter aparecido em entrevistas exclusivas para a revista, o piloto também já realizou testes de veículos para nós.

O primeiro teste aconteceu em 1984, quando Senna tinha apenas 24 anos e estava prestes a estrear na Fórmula 1. O piloto foi até o Autódromo de Interlagos e realizou a prova em 12 veículos nacionais.

Senna, então, avaliou cada modelo em pista e, entre um teste e outro, também comentou sobre suas expectativas para a estreia na F1 pela Toleman-Hart. “Não esperem vitórias. Se eu conseguir um quinto ou sexto lugar, já poderei me considerar realizado”, afirmou.

Continua após a publicidade

Como sabemos, Senna teve um resultado muito melhor do que ele mesmo esperava, ganhando um bom destaque em seu primeiro ano e chamando a atenção da Lotus, onde foi correr no ano seguinte.

Em outra oportunidade, pouco mais de dois meses antes do fatídico acidente na corrida de San Marino, Senna foi novamente a Interlagos. Dessa vez, para testar um Audi S4 que ele mesmo, através da Senna Import, começava a trazer ao país.

Ayrton Senna ficará marcado para sempre na vida de todos os brasileiros. Talvez as novas gerações não entendam o seu tamanho e a sua importância para o mundo do automobilismo, mas, com certeza, saberão quem foi Senna e todos os seus triunfos.

Abaixo, separamos alguns títulos que contam toda a história de vida de Ayrton Senna para quem deseja se aprofundar ainda mais.

A ARTE DE PILOTAR|Clique aqui para comprar

Autor: Ayrton Senna

Editora: Globo

Descrição: Neste livro, o próprio Ayrton conta os segredos que o levaram a vencer os três mundiais, nos permitindo enxergar a F1 de um jeito único – disponível para compra no site Estante Virtual por R$ 797,00.

AYRTON SENNA: GENTE PEQUENA, GRANDES SONHOS |Clique aqui para comprar

Autora: María Isabel Vegara

Editora: Catapulta Junior

Descrição: Traz para o público infantil toda a história de vida do piloto brasileiro, contando o quão grande Ayrton foi dentro e fora das pistas, com objetivo de mostrar quem foi Senna e inspirar as novas gerações – Disponível para compra na Amazon por R$ 57,55.

UMA ESTRELA CHAMADA SENNA| Clique aqui para comprar

Autor: Lemyr Martins

Editora: Panda Books

Descrição: Ex-fotógrafo da QUATRO RODAS, Lemyr acompanhou a carreira do piloto em todos os anos de Fórmula 1 e conta detalhadamente tudo o que acontece na vida do piloto dentro e fora do automobilismo – Disponível para compra na Amazon por R$ 12,00.

AYRTON SENNA: UMA LENDA A TODA VELOCIDADE| Clique aqui para comprar

Autor: Christopher Hilton

Editora: Global

Descrição: Nesta obra, Christopher Hilton retrata toda a grandeza de Senna dentro da Fórmula 1 como piloto e também como ser humano, mostrando as suas lutas sociais – Disponível para compra na Amazon por R$ 232,00.

AYRTON: O HERÓI REVELADO| Clique aqui para comprar

Autor: Ernesto Rodrigues

Editora: Tordesilhas

Descrição: Ernesto abrange toda a história de Ayrton de uma forma sensível, colocando emoção em suas palavras. Nesta versão, que foi atualizada, traz não só a vida de Senna, mas também as mudanças no Brasil e na Fórmula 1 após sua morte – Disponível na Amazon por R$ 78,00.

UMA ESTRELA CHAMADA AYRTON SENNA| Clique aqui para assistir

Primeiro flme oficial sobre a vida do piloto, o diretor Jean Claude Guiter utiliza cenas históricas e entrevistas únicas mostrando a vida do lendário piloto brasileiro – Disponível de graça no Youtube.

SENNA: O BRASILEIRO, O HERÓI, O CAMPEÃO| Clique aqui para assistir

Este documentário lançado em 2010 é um retrato emocionante e detalhado sobre Ayrton Senna, que mostra desde sua infância até o trágico acidente no GP de San Marino, na Ítalia – Disponível no Youtube por R$ 6,90.

MINISSÉRIE NETFLIX|

Ainda sem nome e data oficial para estrear, esta minissérie produzida pela Netfix Brasil irá mostrar em seis episódios a trajetória da carreira do piloto desde seu início na Fórmula Ford e toda sua trajetória na Fórmula 1 – Segundo a produtora, estreia ainda em 2024.

Publicidade
Quatro Rodas no YouTubeJeep Compass 2025 com 2.0 TURBO da Rampage ANDA MUITO e está MAIS BARATO


O novo Jeep Compass 2025 estreia não apenas com versões bem mais potentes, mas com descontos generosos ao longo da linha. Duas novas versões ganham o motor 2.0 turbo a gasolina Hurricane, que estreou na Rampage. São 272 cv e 40,8 kgfm! Confira!

  • Mais lidas

1Notícias Por menos de R$ 90.000, Peugeot 2008 é vendido mais barato que HB20 e 2082Notícias Hyundai Creta Action 2025 mantém visual antigo e é mais barato que HB203Especial Novo Chevrolet Spin: um big veículo para as grandes famílias brasileiras4Carros elétricos Motor elétrico para hipercarros tem 952 cv e cabe numa mochila5Longa Duração Fiat Strada do Longa Duração está melhor agora e pode ser sua!